Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Aroma dos Livros

O Aroma dos Livros

16
Mar21

"O Carteiro de Auschwitz" de Joe Rosenblum com David Kohn

Marina Daniela

Informações do livro:

IMG_1681.jpg

Nome: O Carteiro de Auschwitz

Autor: Joe Rosenblum com David Kohn

Páginas: 352

Editor: Alma dos Livros

Temática: Holocausto/não ficção

Agradeço à Alma dos Livros a cedência do exemplar.

 

Sinopse: O Carteiro de Auschwitz é a história verdadeira de um adolescente a quem tentaram roubar a vida e os sonhos. Apanhado no turbilhão do Holocausto, este jovem sobreviveu a uma sequência de dramas tão angustiantes que se torna difícil aceitá-los como factos reais. Uma confiança inabalável, uma bondade sem limites, um exemplo perfeito de bravura e caráter. Joe Rosenblum era ainda criança quando assistiu à invasão nazi da sua pequena cidade na Polónia. Foi por pouco que escapou à execução em massa de que foi vítima o irmão. Joe mudou-se primeiro para uma quinta, onde trabalhou, e cujos proprietários o protegeram e o ajudaram a prover o sustento da família durante algum tempo. Depois, viu-se obrigado a refugiar-se junto de ex-prisioneiros russos. A sua inacreditável jornada de sobrevivência começa após ser capturado pelos alemães. O mensageiro secreto que sobreviveu ao campo de concentração mais terrível da história. Inteligente, criativo e extremamente pragmático, Joe desafiou a morte, transportou a esperança e deu um exemplo perfeito de humanidade, otimismo e perseverança. Com uma bondade sem limites, ele entregou mensagens secretas aos prisioneiros, salvou crianças da câmara de gás e devolveu a luz e a esperança ao coração dos homens num dos períodos mais terríveis da história mundial. Uma poderosa mensagem de fé e esperança na humanidade.

Opinião: Há muito para dizer sobre este livro. Um testemunho que nos toca tão profundamente que dói no coração de tão duro que é. Joe conta-nos a sua história desde criança, quando a sua terra, na Polónia, e os seus foram invadidos pelos nazis, até aos terríveis dias passados nos campos de concentração. É difícil explicar toda a maldade e angústica que as páginas deste livro acarreta. Desde trabalhos duros e desumanos a dias sem comer para além de um pouco de pão. Decidido em ajudar a sua família, Joe toma o lugar do seu pai em muitos destes trabalhos que exigiam um grande esforço e que, caso tivessem azar, eram fatais. A certa altura, Joe vê um pouco de esperança quando vai trabalhar para uma quinta e consegue, de vez em vez, juntar alguma comida para levar para a sua família, mas, passado algum tempo, vê-se obrigado a fugir e a refugiar-se na floresta com alguns ex-prisioneiros russos. Ainda que a comida fosse escassa, Joe partilhava o pouco que tinha, o que demonstra um espírito de entreajuda e solidariedade exuberante naquela época. A resiliência e coragem de Joe é, de alguma maneira, reconfortante, no sentido em que no centro de tanta desgraça e crueldade, ainda existia alguém que mantinha, bem ou mal, uma esperança inabalável e uma valentia inexorável. Joe partilhava a escassa comida que tinha com os outros. Joe arriscava a vida pelos outros sem pedir nada em troca. Salvou muitos judeus da morte e da fome. Este livro é duro, é um puro confronto com aquela que foi a realidade de muitos que não conseguiram sobreviver para contar a sua história. Felizmente, apesar de todo o sofrimento e infortúnio, Joe faz-nos chegar este testemunho que qualquer ser humano deve ler e não esquecer. Relembrar é não deixar morrer, e é urgente que estes testemunhos nunca morram na memória dos seus leitores, para que jamais volte a acontecer. A grande palavra que pode resumir este testemunho de Joe, a meu ver, é esperança. Um jovem que passou ao próximo a sua esperança, manteve a sua amabilidade e nunca abandonou aqueles que sofriam tanto ou mais que ele. Este livro derrubou-me. Este livro é um dos melhores e mais completos testemunhos do holocausto. É um livro muito pesado, é um relato que custa a ler, de leitura lenta e intensa. São páginas e páginas de sofrimento e sobrevivência. Um testemunho ao qual atribuo 4 estrelas e que, por favor, não deixem de ler!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub